sábado, fevereiro 18, 2006



Batentes, Rua do Comércio em Lisboa.

1 comentário:

soslayo disse...

Platero, como não havia mais dinheiro para uma cor diferente, foi com a mesma da, da porta. Isto é que se chama economia!